top of page
  • sociiscomunicacao

Na Guerra de Congonhas, Azul aposta alto!

Companhia coloca voos para mais 04 destinos.




A Azul, maior companhia aérea do Brasil em número de destinos, conseguiu novos slots há algumas semanas no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Um banco de dados de slots analisado pelo site parceiro Aviacionline mostra as intenções da empresa quando começar a operar com os novos horários concedidos no terminal.


Congonhas é o aeroporto doméstico mais importante do país, pois fica próximo aos centros financeiros da maior cidade do Brasil e há muito tempo é o centro dos movimentos políticos da Azul. Segundo o banco de dados, a companhia aérea manterá forte presença nas rotas Belo Horizonte/Confins, Recife e Rio de Janeiro/Santos Dumont, ao mesmo tempo em que retomará rotas que haviam sido abandonadas em 2019: Curitiba e Porto Alegre. Brasília e Salvador também terão voos de Congonhas operados pela Azul, segundo registros publicados pela Anac, órgão regulador da aviação civil do país.


Guerra por slots em Congonhas


A companhia aérea tentava conseguir mais slots no aeroporto desde 2019 – quando travou uma guerra pública de declarações entre as três principais companhias aéreas do país – quando a Avianca Brasil faliu. Por fim, a companhia aérea recebeu mais slots no aeroporto e, com eles, iniciou suas operações na Ponte Aérea do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, em detrimento de seus voos para suas cidades-foco Curitiba e Porto Alegre.

Com a nova distribuição de slots, a Azul espera passar de 20 decolagens diárias (antes da pandemia) para 42 decolagens diárias em Congonhas, conforme confirmado em teleconferência de resultados da companhia aérea na última quinta-feira. Na mesma, o Chief Revenue Officer da Azul, Abhi Shah, disse que “agora vamos poder atender os cinco/seis principais mercados a partir de Congonhas, o que vai aumentar significativamente nossa relevância [entre os viajantes corporativos] em geral” .


De fato, segundo o aplicativo Diio Mi da Cirium, em novembro, os seis maiores mercados de Congonhas (em número de assentos) são, respectivamente, Rio de Janeiro/Santos Dumont, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte/Confins, Curitiba e Salvador.


FONTE:AEROIN



2 visualizações

Comments


bottom of page